fbpx
Loja Virtual

A Agência te entregou uma loja que não vende?

Você está montando o negócio dos seus sonhos…

Aquele negócio que você vem projetando há alguns meses…

Daí você contrata uma agência para fazer seu site.

Eles te entregam tudo certinho mas você nunca vende.

Existem dezenas de fatores que podem estar prejudicando seu site de vender, ou até mesmo dos seus clientes acessarem sua loja virtual.

Se você soubesse de algumas dicas que vou te dar você teria evitado isso ou então nem contratado uma agência para criar sua loja.

Visão Global de um Loja Virtual

Ter uma loja virtual parece ser algo muito simples quando não se tem experiência ou não conhece os bastidores de um sistema de loja virtual.

Nesse cenário, umas pessoas que mais podem te jogar a real do funcionamento de um sistema de loja virtual é o PROGRAMADOR.

O programador sabe como funciona o sistema e como esse sistema depende de um servidor.

Então quando uma pessoa de marketing se propõe a fazer um site, você precisa se certificar se essa pessoa tem experiência de ter criado algumas lojas virtuais ou então que ele tenha um programador que vai cuidar do trabalho pesado do funcionamento por trás do layout.

Vou listar alguns pontos importantes a considerar na hora de construir uma loja virtual…

Essa lista é tipo o básico pra começar a vender:

  • Domínio
  • Servidor de hospedagem
  • SSL Criptografia
  • CDN
  • Sistema utilizado
  • Checkout
  • Meio de pagamento
  • Logística
  • Integrações com ERP

Depois disso, entram as técnicas de layout para venda dos produtos, títulos, descrição, atendimento, velocidade do site, SEO, integração com redes sociais.

Olha é tanta coisa que tem pra checar, que se uma agência te cobrar menos de R$2.000,00 para fazer uma loja virtual, eu tenho certeza absoluta que eles não sabem exatamente o que estão fazendo. Ou no mínimo estão se lixando se você vai vender.

Se você está nesse processo de contratação de uma agência para produzir a sua loja virtual, eu vou te dar alguns pontos que você deve questionar a agência em algum momento.

Fator 1: Velocidade do site

Uma loja virtual precisa de ultra velocidade para funcionar.

E muitas vezes as pessoas se enganam quando colocam um site para rodar, pois testam apenas ela mesma.

É claro, que se você testar sozinho, jamais saberá qual a real velocidade do site quando tiverem 10 pessoas acessando.

Isso porque depende do processamento do servidor que está o site.

Se um servidor custa menos de R$50,00 por mês, provavelmente é um servidor compartilhado, diferente de um servidor cloud exclusivo.

Isso significa que quando o seu site estiver ativo, ele estará disputando espaço com outros sites no mesmo servidor.

É como se você morasse em um Flat e convidasse 50 pessoas pra jantar. Não vai caber todo mundo, nem vai ter banheiro suficiente.

Ainda se você contratar um servidor Cloud, precisa checar se ele estará otimizado para rodar um site.

Fator 2: Criptografia SSL

A criptografia SSL é responsável por impedir que os dados de um formulário sejam facilmente roubados por algum hacker.

Até uns 5 anos atrás podia-se ter normalmente um site sem SSL que você de certa forma não corria muitos riscos, mas se você não tiver um SSL funcionando de fato no seu site, você pode até mesmo ser penalizado pelo Google e nem conseguir rodar anúncios no seu site.

Eu considero que é impossível que um site funciona sem SSL, entretanto é uma coisa normal, digamos que é coisa de amador não instalar um SSL no site.

Parece incrível imaginar que um site não tenha SSL, mas até mesmo páginas do governo funcionam sem SSL, causando um transtorno na hora do usuário navegar.

Como assim transtorno?

É que além do Google penalizar a página ou até mesmo não indexar no Google, os navegadores alertam que a página pode ser perigosa para o usuário. Então muitas pessoas que de longe nem imaginam o que é um SSL, fecham a página por receio de clicar em continuar.

Fator 3: Sistema utilizado

Quando você contratar uma agência precisa ficar muito claro qual sistema eles vão utilizar. Hoje em dias muitas agência e profissionais freelancers criam sites e lojas virtuais em WordPress utilizando o plugin de e-commerce chamado Woocommerce.

O Wordpres e o Woocommerce é usado no mundo inteiro porque é grátis. Você não precisa pagar uma mensalidade nem uma taxa para utilizar essas plataformas.

Entretanto você precisa ter consciência dos dois fatores que mencionei anteriormente. Precisa checar servidor e SSL.

Outro ponto é o WordPress e o Woocommerce foram projetados para funcionar qualquer coisa. É como de certa forma um Chassi de carro. O chassi segue um padrão e o design pode ser qualquer um.

Então tendo isso em vista, o criador do site vai precisar instalar plugins diversos para fazer o seu site funcionar como você deseja.

Esses plugins são desenvolvidos por terceiros e 99% são pagos para que você instale no site e posteriormente receba atualizações desse plugin.

Continuando no exemplo do carro, é como se o plugin do site fosse o pneu do carro. Você usa e precisa trocar. Se você for na lama, vai precisar de pneus e suspensões específicas para isso.

Fator 4: Checkout

O checkout é o local onde o seu cliente preenche informações de pagamento, CPF, endereço, etc.

Hoje em dia, existem evoluções diversas do Checkout.

Eu recebi um cliente que veio com uma loja virtual utilizando o meio de pagamento PagSeguro.

O problema é que quando o usuário do site ia finalizar a compra, abria-se outra tela para pagamento onde o cliente já tinha que sair do site.

Isso causa confusão na cabeça do usuário, ainda provocando aquele estalo de desconfiança.

Enfim, você acaba tendo um site que não vende e também não sabe o porque.

Por isso eu repito, precisa entender profundamente como é a criação do site até a venda para o cliente, porque senão você corre o risco de estar jogando o jogo errado.

Fator 5: Integrações

As integrações sempre serão necessárias no seu site.

A mais simples de todas é a emissão de nota fiscal.

Quando um cliente seu fizer a compra, é importante que a sua nota fiscal seja emitida automaticamente, senão além de tudo que vc tem que se preocupar, você ainda terá a dor de cabeça de preencher nota fiscal manualmente.

Então será necessário contratar um empresa de ERP de nota fiscal e que ela possa ser integrada ao seu site. No WordPress e no Woocommece isso é possível na maioria das plataformas. Mas é um serviço que precisa ser feito.

Então a agência ou profissional que você contratar precisa te entregar isso funcionando, senão sua loja nem funciona como deveria.

Por fim

Depois desse básico do básico, você precisa ter certeza que seu cliente se sentirá confortável em navegar no seu site de um celular, ou então clicando nele através das redes sociais, ou até mesmo quando você quiser divulgar seu site no Shopping do Facebook e Instagram, seu site precisa estar apto para isso.

São tantos pontos que foi por isso que eu disse no início que se uma agência te cobrar menos de R$2.000,00 para criar o seu site do zero, tem alguma coisa errada.

O grande atalho para isso é….

Existem plataformas que foram desenvolvidas que já vem com muita coisa pronta e passam longe dessas pequenas dores de cabeça que você tem com um site criado em WordPress e Woocommerce.

Por exemplo a que eu mais gosto é a NuvemShop.

Existem outras como Tray, Vtex, Xtech, Loja Integrada e tantas outras. Mas a que eu tenho loja ativa e gosto muito é a NuvemShop.

Depois de ver tanto empresário passando raiva com agência eu montei um tutorial só pra ensinar essas pessoas a pararem com dor de cabeça e terem uma loja virtual de verdade.

Se você quiser aprender a montar seu site sozinho através da NuvemShop, eu criei um tutorial só pra isso.

Segue abaixo o link que eu ensino passo-a-passo como montar sua loja virtual sozinho com apenas R$50,00 por mês.

Imagine você ter uma loja virtual completa, 100x melhor que a montada no WordPress e Woocomerce e além disso, sem as dores de cabeça por R$50,00 por mês.

Se você tiver interesse, tire 1 hora para montar a sua loja virtual.

VEM COMIGO!

Author

Luan Rafael

Nascido em Maceió, tenho 30 anos, comecei a empreender como sócio de uma empresa de publicidade em TV dentro do ônibus aos 16 anos. Me formei em Design Gráfico, especializei em Marketing Digital e larguei a CLT aos 22 anos. Cresci em Minas Gerais, e desde 2016 sigo a vida em São Paulo.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento